220 500 807 KUIDADOS CONSIGO, 24 HORAS POR DIA, 365 DIAS POR ANO.

Os idosos são o maior grupo de risco de infeção com COVID-19 e, por isso, devem manter-se em isolamento. Mas o facto de ter precauções e ficar em casa, não significa que os seniores não possam sentir-se acarinhados e cuidados. Saiba como cuidar de forma prática dos seus familiares mais idosos.

1. Mantenha o contacto

Como todas as outras pessoas, o idoso é um ser social, que está habituado a interagir com os outros de uma forma significativa. Em tempos de isolamento, essa interação social não pode ser exercida nos mesmos moldes, mas pode ser realizada!

Uma das formas mais simples, é a utilização do telefone. Esteja em contacto próximo, preferencialmente diário, evitando que o idoso se sinta sozinho e/ou abandonado. Lembre-se de verbalizar o afeto, pois o toque e os abraços não são possíveis nestes momentos. Peça ao idoso para ter a iniciativa de ligar, caso precise de alguma coisa ou simplesmente para conversar.

Ensine o idoso a comunicar através do telemóvel ou computador. Por exemplo, utilizando aplicativos que permitem fazer chamadas com imagem, como o WhatsApp. Ouvir a voz e ver a imagem dos familiares, traz ânimo e alegria à vida dos idosos. É necessário estar atento a sentimentos de solidão, ansiedade e eventualmente depressão.

2. Cuide da Alimentação

Nesta fase de isolamento as medidas de segurança são fundamentais, especialmente quando entrega bens alimentares na casa do idoso. Higienizar as mãos, manter a distância mínima de segurança, utilizar máscara e luvas de proteção e manter a etiqueta respiratória, são atitudes absolutamente imprescindíveis.

Pode fazer as compras pelo idoso ou utilizar uma das plataformas que disponibilizam esse serviço. Ou então, pode cozinhar várias refeições, para que o idoso apenas tenha que aquecer no almoço ou jantar. Seja qual for o método que funciona melhor para as suas necessidades e do seu familiar sénior, não se esqueça de aplicar as regras de segurança a si, ao que entrega e ao idoso que recebe os produtos.

Ainda relativamente à alimentação, deve ter-se em conta o tipo de alimentos que os idosos devem consumir para o seu bem-estar. Estes são os alimentos que não podem faltar na sua alimentação diária:

  • Água;
  • Fruta (maçã, pera, laranja, tangerina, etc);
  • Vegetais (cenoura, feijão-verde, brócolos, etc);
  • Ovos, carne e peixe, fresco, congelado ou em conservas;
  • Frutos secos (amêndoas, nozes, avelãs ou cajus sem sal);
  • Cereais não açucarados (flocos de aveia);
  • Massa, arroz, batata.

3. Monitorize a Saúde

Como está mais isolado, é normal que o idoso não se sinta motivado para fazer o seu dia a dia de forma normal. Por isso, relembre-o regularmente de se alimentar convenientemente e de tomar a medicação prescrita para algum problema de saúde já existente. Motive-o, também, a praticar algum tipo de exercício físico (caminhar pela casa ou subir escadas).

Monitorize o estado de saúde geral do idoso – físico e mental, estando particularmente atentoa sintomas de COVID-19, normalmente visíveis entre 2 a 14 dias após a exposição ao vírus:

  • Febre;
  • Tosse;
  • Falta de ar;
  • Dificuldade respiratória;
  • Infeções respiratórias;
  • Dor no corpo;
  • Cansaço;
  • Vómitos;
  • Diarreia.

4. Planeie Atividades

Ficar em casa não é fácil para os mais velhos, por isso sugira atividades prazerosas e que desenvolvem competências, por exemplo:

  • Jogos;
  • Música;
  • Pintura e outras atividades artísticas;
  • Bricolage;
  • Trabalhos domésticos, como cuidar do jardim;
  • Atividade física;
  • Conversar com amigos.

Para outro tipo de cuidados e atividades, conte com o apoio da CARE KUIDADOS. Para além de apoio domiciliário, também presta cuidados médicos e de enfermagem, bem como de reabilitação física. Entre em contacto com a CARE KUIDADOS e receba um apoio personalizado e profissional.