220 500 807 KUIDADOS CONSIGO, 24 HORAS POR DIA, 365 DIAS POR ANO.

 

Imagine a vida condicionada pelo medo de perder o controlo da sua bexiga, comprometendo o plano de ir ao teatro, jantar fora com os seus amigos ou usufruir de outros momentos de socialização. Este é o universo dos idosos que sofrem de incontinência urinária, que vivem com receio de realizar atividades do dia a dia e, muitas vezes, debatem-se com estados de ansiedade ou depressão, pela incapacidade de controle das funções corporais básicas.

 

Saiba o que é a incontinência e quais os tipos existentes, os principais fatores de risco e quais as soluções para superar os impactos sociais e económicos da incontinência.

 

O que é a Incontinência?

A incontinência é a perda involuntária de urina, muito comum nos idosos. Cerca de 30% a 60% das pessoas com mais de 60 anos são afetadas por este problema urinário que aumenta progressivamente com a idade. Embora a incontinência seja uma patologia que afeta mais de 200 milhões de homens e mulheres, não é uma patologia inerente ao envelhecimento. 

 

No entanto quando esta se desenvolve pode ter impactos a nível emocional e na vida quotidiana dos idosos. Devido à vergonha associada a esta problemática, os idosos adotam a incontinência como parte das suas vidas, desistindo progressivamente de atividades que gostam, diminuindo a sua qualidade de vida.

 

Existem fatores de risco e diversas causas para o aparecimento da incontinência urinária nos idosos:

 

  • Idade avançada;
  • Obesidade;
  • Diabetes;
  • Tosse crónica;
  • Obstipação;
  • Menor capacidade da bexiga;
  • Enfraquecimento dos músculos da bexiga;
  • Enfraquecimento dos músculos pélvicos (devido a intervenções cirúrgicas, traumatismos pélvicos ou partos traumáticos por via vaginal);
  • Diminuição da visão e da capacidade de se movimentar rapidamente, o que dificulta a ida à casa de banho;
  • Aumento da próstata nos homens;
  • Utilização de determinados medicamentos.

Tipos de Incontinência

Existem diversos tipos de incontinência urinária, salientamos os seguintes:

 

  • Incontinência Urinária de Esforço – mais frequente em mulheres, acontece quando a urina escapa por pressão na bexiga (ao tossir, espirrar, rir ou levantar objetos pesados).
  • Incontinência Urinária de Urgência – conhecida como bexiga hiperativa, é um desejo súbito e intenso de urinar, normalmente associada a distúrbios neurológico ou diabetes.
  • Incontinência Urinária por Transbordamento – quando o esvaziar da bexiga não acontece convenientemente, mais frequente em homens (o aumento da próstata pode levar à dificuldade de esvaziar a bexiga).
  • Incontinência Urinária Funcional – existe o controle normal da bexiga, no entanto, uma limitação física ou mental impede o idoso de chegar a tempo à casa de banho.
  • Incontinência Urinária Mista – presença de mais de um tipo de incontinência urinária.

 

Que Soluções existem para a Incontinência?

Se não forem devidamente acompanhados por profissionais, os idosos que perdem o controle da sua bexiga podem centrar a sua vida à volta deste problema de saúde. Por isso, é importante que os idosos que sofrem de incontinência discutam este problema abertamente com os seus médicos. 

 

Atualmente existe um conjunto alargado de terapias, que ajudam a controlar e a solucionar este problema de saúde tão incapacitante, realizadas em consultório ou em casa. Para os casos onde houve desenvolvimento de quadros de depressão e/ou ansiedade, provocados pela incontinência, deve ser feito um encaminhamento para profissionais da área da psicologia ou psiquiatria.

 

Tratamento para a Incontinência Urinária em Idosos

A escolha do tratamento pode passar por medicamentos e procedimentos cirúrgicos, no entanto as primeiras opções de tratamento para a incontinência urinária em idosos são mudanças simples no estilo de vida:

 

  • Exercícios para músculos pélvicos – conhecidos como exercícios Kegel, fortalecem os músculos, permitindo maior controle da bexiga;
  • Urinar em intervalos regulares – ir à casa de banho a cada 2 ou 3 horas para tentar reduzir os episódios de incontinência urinária;
  • Restrições na dieta – alimentos e bebidas diuréticos que estimulam a bexiga podem ser reduzidos ou eliminados da sua dieta (chá preto, chá verde, café, álcool, frutas cítricas e alimentos picantes).

 

Como parte dos nossos serviços, a CARE KUIDADOS pode ajudar os idosos com incontinência urinária, permitindo que estes se mantenham saudáveis e vivam de forma independente nas suas casas por mais tempo. Para mais informações contacte-nos, teremos muito gosto em fazer parte da sua família!